4 motivos para fazer sexo na gravidez

O tamanho da barriga até pode atrapalhar, mas não precisa ser uma barreira

A gravidez é um dos momentos que mais interferem nos hormônios femininos, no aspecto físico e nas emoções. Muitas mulheres dizem que tudo muda assim que começam a carregar um bebê na barriga e o sexo passa a ser um assunto não tão simples e descomplicado assim. 
Embora muitos casais coloquem o sexo para segundo plano quando a mulher engravida, a verdade é que a prática sexual não só é benéfica para a grávida, como também para o bebê - e, claro, para a vida amorosa do casal.
De acordo com a sexóloga e terapeuta espanhola Ana Sierra, em declarações ao portal ZEN do El Mundo, o sexo ajuda a liberar o estresse, a perder alguns medos e até mesmo a explorar partes do corpo inexploradas.
A especialista salienta que as mudanças hormonais podem até interferir negativamente no desejo sexual, mas que o casal deve fazer de tudo para manter a chama acesa, especialmente ao tentar novas posições e novas práticas que sejam confortáveis para ambos. As carícias, as massagens e os beijos têm espaço a qualquer altura, podendo ser inclusive o trampolim que falta para uma vida sexual mais ativa durante a gestação.
Além de não existir qualquer risco para o bebê – isto, claro, quando é praticado o sexo seguro -, a atividade sexual durante a gravidez não causa dor nem desconforto. Aliás, como a mulher está mais sensível, o sexo pode até intensificar o orgasmo e o prazer durante o ato.
Por Messias Bezerra / Notícias ao Minuto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.