Ex-governadores do DF e assessor de Temer são presos pela PF

Oitenta policiais, divididos em 16 equipes, cumprem 10 mandados de prisão temporária, três de conduções coercitivas e 15 de busca e apreensão

Os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz, além do ex-vice governador Tadeu Filippeli foram presos, em operação da Polícia Federal, na manhã desta terça-feira (23).
Oitenta policiais, divididos em 16 equipes, cumprem 10 mandados de prisão temporária, três de conduções coercitivas e 15 de busca e apreensão. A ação foi deflagrada após delação premiada da construtora Andrade Gutierrez, sobre um esquema de corrupção nas obras do estádio Mané Garrincha, que custaram R$ 1,575 bilhão. O orçamento previsto inicialmente era de R$ 600 milhões.
De acordo com informações da jornalista Andreia Sadi, no portal G1, Tadeu Filippeli é assessor do presidente Michel Temer e despacha do terceiro andar do Palácio do Planalto.
Ele é um dos peemedebistas que integram o grupo de assessores que atua nos bastidores para o governo, fazendo a interlocução com Congresso e empresários.
As medidas judiciais partiram da 10ª Vara da Justiça do DF e as ações ocorrem em Brasília. Além dos políticos, segundo informações do portal G1, a operação visa agentes públicos, construtoras e operadores das propinas que atuaram na época.
Por Messias Bezerra / Notícias ao Minuto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.