Joesley revela propina de R$ 60 milhões a Aécio e compra de partidos

Empresário disse que comprou partidos políticos para apoiar a candidatura de Aécio para a presidência da República

A delação do dono da JBS Joesley Batista revelou um buraco na política brasileira. Além de indicar uma gravação de conversa com o presidente Michel Temer e a informação de que o senador Aécio Neves pediu R$ 2 milhões, o empresário fez outras revelações ainda mais 'devastadoras' sobre o senador do PMDB. As informações são do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.
De acordo com a publicação, Joesley revela que pagou propina de cerca de R$ 60 milhões em 2014 para Aécio, por meio da emissão de notas fiscais frias a diversas empresas.
O empresário também disse em depoimento ao STF que comprou o apoio de partidos políticos para apoiar a candidatura de Aécio para a presidência da República.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.