Katy Perry diz que novo single não é sobre alguém, mas sobre libertação

Declaração foi dada no programa "The Tonight Show", exibido nesta sexta

A cantora americana Katy Perry, 32, afirmou que seu novo single "Swish Swish", em parceria com Nicki Minaj, não se refere a ninguém em especial, mas serve de hino de libertação para aqueles que sofrem bullying.
"Eu acho que é um grande hino para as pessoas usarem sempre que alguém está tentando te rebaixar ou lhe fazer bullying", disse Katty em entrevista ao apresentar Jimmy Fallon, no programa "The Tonight Show", da NBC.
A declaração foi dada nesta sexta-feira (19) depois de Fallon questionar a cantora se a música era sobre "alguém que conhecemos".
Katty disse ainda que o novo álbum representa a libertação de todas as coisas negativas.
"É assim que se trata de uma gravação de 360 graus. "Chained to the Rhythm" foi sobre libertação política. "Bon Appetit" foi sobre liberação sexual. E agora isso, "Swish Swish", que representa a libertação de todo o negativo que não lhe serve."
A brincadeira, ou melhor, a cutucada de Jimmy Fallon se referia a rixa que a cantora tem com Taylor Swift. Mais ou menos há cinco anos, as duas cantoras vem se digladiando por vários motivos: desde disputa de dançarinos, ofensas em redes sociais a músicas, digamos, com letras bem diretas, como "Bad Blood" ("Sangue ruim", em português) de Swift.
Em entrevista à revista "Rolling Stone", Swift disse que "Bad Blood" era sobre uma cantora que tentou sabotá-la em sua última turnê. Coincidência? Agora é a vez de Perry.
Se isso já não fosse o suficiente, as duas ainda compartilham o mesmo gosto por homens. Em 2012, Katy Perry começou a namorar o ex de Swift, John Mayer.E parece que Katy Perry está mesmo disposta a provocar Taylor Swift. A cantora anunciou esta semana que está trabalhando em parceria com Calvin Harris, que vem a ser o ex-namorado da rival.
Jimmy Fallon também perguntou sobre a história da capa do álbum "Witness", que mostra a cantora com as mãos nos olhos e abrindo a boca para revelar um "terceiro olho".
"Não é uma fotografia, é uma pintura. Eu acho que algumas vezes você tem um outro olhar e para mim, nesta jornada, que tem sido incrível, eu sou capaz de compartilhar música com vocês há dez anos, sou muito grata por isso", disse a cantora.
Katy disse ainda que a coisa mais bonita é que a música a fez viajar pelo mundo, reeducar sua mente e mudar muito sua perspectiva. "E tudo isso vem da minha voz, é por ela que eu 'enxergo'. É assim que eu sou uma testemunha de todos. É por isso que o olho está na minha boca". 
Com informações da Folhapress. 
Por Messias Bezerra / Notícias ao Minuto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.