Macron toma posse como presidente da França

Cerimônia foi realizada no Palácio do Eliseu na manhã deste domingo


Emmanuel Macron, que foi eleito no segundo turno das eleições presidenciais na França, assumiu oficialmente o cargo. O presidente da França, Francois Holland, e o presidente eleito, Emmanuel Macron, participam de uma cerimônia para marcar o fim da Segunda Guerra Mundial em Paris, França, 8 de maio de 2017.
A cerimônia de transferência de poder de François Hollande para Macron foi realizada no Palácio do Eliseu neste domingo (14) de manhã. Depois do encontro de trabalho entre ex-líder e o atual, que foi duas vezes mais longo do que foi planejado, Hollande deixou a residência do Presidente.
O presidente eleito assumiu a chefia do Estado. Após o chefe do Conselho Constitucional do país, Laurent Fabius, ter anunciado os resultados finais da votação de 7 de maio, Macron se tornou oficialmente o presidente da França.
A partir de hoje vou trabalhar", disse Macron na tomada de posse.
No seu discurso, Macron lembrou seus antecessores no cargo de presidente da Quinta República — de Charles de Gaulle a François Hollande, observando que eles envidaram esforços significativos para o bem do país. Ele assegurou que ele também "não vai abandonar suas obrigações assumidas perante o povo francês".
"Precisamos de uma Europa mais democrática, mais eficaz, porque ela é uma ferramenta de nosso poder e nossa soberania", disse Macron. O chefe de Estado disse que, para a França, agora é "a hora da decolagem". "O mundo está esperando sermos mais fortes, unidos e perspicazes", frisou ele.
No dia 7 de maio de 2017, a França celebrou o segundo turno das eleições presidenciais. A análise dos 100% dos votos, consumada na manhã do dia seguinte, mostrou a vantagem de Emmanuel Macron, candidato independente e ex-ministro da Economia, sobre Marine Le Pen, líder da nacionalista Frente Nacional.
A eleição já foi apelidada de "histórica" devido à rivalidade entre o presidente mais jovem da Quinta República e a eventual primeira presidente mulher. Com informações da Sputnik News Brasil.
By Messias Bezerra

Nenhum comentário