Morre Kid Vinil; relembre a trajetória desse ícone do rock brasileiro

 alt=

Kid Vinil morreu aos 62 anos (Reprodução/Internet)
A música está de luto, mais uma vez, em 2017. O músico Kid Vinil morreu, nesta sexta-feira (19), em São Paulo, aos 62 anos. Kid estava em coma induzido há cerca de um mês, quando passou mal depois de um show realizado em Minas Gerais.
O falecimento foi comunicado pelo amigo e radialista Luiz Thunderbird, via Twitter.
Amigos, acabei de receber a mais triste notícia de que meu amigo e professor Kid Vinil faleceu hoje a tarde.
Muita tristeza!

Um herói do rock brasileiro

Kid Vinil deixa um legado importante para a história da música. Além de cantor, produtor, pesquisador, radialista e agitador cultural, Kid foi um dos precursores da cena que movimentou o rock brasileiro na década de 1980. Entre outros trabalhos, ele brilhou como vocalista do grupo Magazine e emplacou canções como Tic Tic NervosoA Gata ComeuSou Boy e Glub Glub No Clube.
Na TV Cultura, em 1987, Kid participou do programa Boca Livre; e de 1989 a 1993, foi apresentador do programa Som Pop. Na Rede Bandeirantes, comandou o programa Mocidade Independente. Tornou-se VJ da MTV, participando de programas como Lado B, em que apresentava videoclipes de bandas mais desconhecidas do mainstream.
Em 2008, lançou o livro Almanaque do Rock. A obra relata a trajetória do rock, começando pelos anos 1950 e indo até os dias de hoje. Ultimamente, Kid estava trabalhando em um outro livro sobre a história do rock brasileiro.
 alt=
Obra recomendada para quem gosta de rock (Reprodução/Internet)
A bordo do projeto Kid Vinil Xperience, o músico lançou o CD, Time Was, um disco de covers de músicas favoritas e obscuras; e o primeiro DVD, Vinil Ao Vivo, gravado em 2010, na cidade de Novo Horizonte, com interpretações de todos os hits de sua carreira.
Atualmente, Kid Vinil viajava Brasil afora atuando como DJ.

#RipKidVinil

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.