Vereador mais votado de Fortaleza em 2016 recebeu dinheiro da JBS em 2014

A quantia declarada por Célio Studart em sua prestação de contas serviu para pagar o programa de rádio e televisão no horário eleitoral

A
JBS, investigada por pagar propina para financiar a campanhas do PT e de seus aliados no Brasil, bancou no Ceará deputados federais que não foram eleitos. Entre eles está Célio Studart, o vereador mais votado de Fortaleza em 2016.

Em 2014, como consta na prestação de contas de Célio no TSE, ele recebeu R$ 557 da JBS para sua campanha de deputado federal.

Esse mesmo valo foi pago a inúmeros candidatos vencedores e vencidos aos cargos de deputado federal e estadual aqui no Ceará.
A quantia, repassada pelo Comitê de Camilo Santana – candidato à época ao Governo do Estado -, serviu para pagar o programa de rádio e televisão no horário eleitoral.
Muitos candidatos não sabiam a origem desse dinheiro, que saia da JBS, ia para o Comitê e, depois, era repassado.
Sabe-se nos bastidores que Camilo Santana não conhece Joesley Batista, dono da JBS. O dinheiro teria sido injetado na campanha do petista por meio de negociação da empresa com Cid Gomes, então governador do Ceará.

Fonte: Ceará News 7

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.