Anitta, Valesca e Tati Quebra Barraco vão defender funk no Senado

O convite foi feito pelo senador Romário em uma audiência que ele promoverá contra projeto que quer criminalizar o gênero

A cantora Anitta pode "lacrar" mais uma vez em breve e, dessa vez, ela promete abalar em ambiente político. A diva deve marcar presença no Senado Federal em breve para falar sobre a proposta que quer criminalizar o funk no Brasil.
O convite foi feito pelo senador Romário em uma audiência que ele promoverá na Casa para discutir o projeto.
Além dela, o ex-jogador afirmou que convidou Valesca Popozuda, Tati Quebra Barraco, MC Marcinho e outros artistas do gênero carioca.
“Eu, como um carioca nato e um eterno funkeiro, sou totalmente contra essa proposta. Além de ser inconstitucional, por atentar contra a liberdade de expressão, o funk tira pessoas do desemprego, gera renda e movimenta a economia”, disse o senador em uma publicação no Facebook, na qual também mostra a lista de personalidades que convidou.
A proposta é de autoria do empresário paulista Marcelo Alonso. Para ele, o funk “é uma vergonha para a sociedade brasileira".
Anitta já se pronunciou nas redes sociais sobre a ideia de tornar o funk um crime: "Não mexe com quem tá quieto. Ou melhor... não mexe com quem tá se virando pra ganhar a vida honestamente diante de tanta desigualdade", disse.
Ela também falou sobre as 20 mil assinaturas que a proposta recebeu. “22 mil desinformados que estão precisando sair do conforto de seus lares para conhecer um pouquinho mais do nosso país”.
Por Messias Bezerra
Ouça MB Rádio no portal Radios.com.br e no app RadiosNet!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.