Katy Perry se emociona e admite que cogitou o suicídio: "me envergonho"

Katy Perry chorou durante sessão de terapia transmitida ao vivo


Katy Perry admitiu, durante transmissão ao vivo, que já teve pensamentos suicidas. Para promover seu novo disco, “Witness”, a cantora resolveu mostrar 72h de sua rotina para os fãs. E isso incluiu uma sessão de terapia intensa com o Dr. Siri Sat Nam Singh, famoso terapeuta.
Bem honesta, Katy conversou sobre assuntos de sua vida amorosa, seu relacionamento com os pais – que são super religiosos – e seus problemas com a bebida.
Em determinado momento, ela confessou que cogitou o suicídio. “Escrevi uma música sobre isso. Me sinto envergonhada por ter esses pensamentos, de me sentir tão para baixo e deprimida”, contou, entre lágrimas.
Ela ainda fez uma análise de seu próprio comportamento: “você pode ser certo ou amado, eu só quero ser amada”. A autora de “Roar” fez questão de continuar a transmissão, apesar do apelo de sua assistente para que ela desse uma pausa.
A cantora, que tem como nome de batismo Katheryn Hudson, também disse que adquiriu a “persona” Katy Perry, mas que quer mostrar seu dia a dia para provar “que é igual a todas as pessoas e que elas, vendo isso, também podem sonhar tão alto quanto ela sonhou”.
Por Messias Bezerra / Jovem Pan

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.