Ministro da Justiça tenta apaziguar suspeita de espionagem a Fachin

Apesar do presidente Michel Temer negar tal ato, o clima é de desconfiança entre os poderes

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, procurou neste fim de semana pelo menos quatro integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) para falar sobre as suspeitas de espionagem feita pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato.
Apesar do presidente Michel Temer negar tal ato, o clima é de desconfiança entre os poderes.
Segundo informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Jardim foi acionado depois que a presidente do STF, Cármen Lúcia, divulgou pesada nota condenando a suposta ação.
Na segunda-feira (12), a Rede apresentou um pedido de convocação do ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Sergio Etchegoyen, para que ele dê explicações sobre informação da revista “Veja”, que fez a denúncia sobre o envolvimento entre Temer e a Abin.
Por Messias Bezerra

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.