Polícia britânica confirma 58 mortos em incêndio de Londres

"Infelizmente precisamos admitir que elas estão mortas", acrescentou chefe da polícia de Londres, Stuart Cundy

As autoridades britânicas anunciaram neste sábado (17) que consideram mortas as 58 pessoas desaparecidas no incêndio do edifício residencial Grenfell Tower, em Londres, ocorrido na última quarta-feira (15).
Segundo um dos chefes da polícia de Londres, Stuart Cundy, "esse balanço poderá ainda mudar e aumentar. Podem levar semanas ou até meses para identificarmos todos". Neste novo balanço estão incluídas as 30 mortes confirmadas oficialmente e 16 corpos que já estão no necrotério. " Neste momento, temos 58 pessoas desaparecidas que estavam na Grenfell Tower na noite do incêndio. Infelizmente precisamos admitir que elas estão mortas", acrescentou Cundy.
A primeira vítima formalmente identificada é o refugiado sírio Mohammed Alhajal. Fotografias e vídeos do interior do edifício queimado devem ser divulgados amanhã (18). "Não queremos divulgar nada até que todas as famílias sejam contatadas para manifestar o nosso apoio", ressaltou o comandante.
O prédio, localizado no bairro de North Kensington, foi atingido por um incêndio na madrugada da última quarta-feira. O edifício possuía 24 andares e abrigava cerca de 400 a 500 moradores.
Entre as vítimas, foi confirmada a morte do casal de italianos Gloria Trevisan e Marco Gottardi. Com informações da ANSA.
Por Messias Bezerra / Notícias ao Minuto
CLIQUE NO BANNER E OUÇA O MELHOR DA MÚSICA POP

Nenhum comentário