Campanha de Combate aos Incêndios na APA da Bica do Ipu

A Área de Proteção Ambiental da Bica do Ipu em parceria com a Guarda Municipal dará início na próxima segunda-feira, dia 10 de julho, a partir das 9h, às rondas de monitoramento preventivo aos incêndios florestais.

O objetivo é combater e identificar precocemente possíveis focos de calor de forma a evitar os incêndios florestais. No ano passado esse procedimento evitou incêndios de grandes proporções na área da unidade e a ideia é intensificar o monitoramento.

Este ano, a equipe da APA ficará responsável pela realização das rondas no setor da serra, no distrito de Várzea do Giló e localidades de São João, Mato Grosso, Gameleira, Ingazeira, Tinguis e Pinga. Já a equipe da Guarda Municipal fará as rondas no setor da sede nas ruas que dão acesso às encostas da serra.

As rondas ocorrerão diariamente e é importante que a população evite a queima de roçados e lixo, prática considerada indevida pela legislação. Além disso, a gestão da APA alerta que provocar de forma intencional incêndio em mata ou floresta é um crime ambiental previsto no art. 41 da Lei Federal 9.605/98. Quem pratica esse ato pode ter como pena reclusão de dois a quatro anos e multa.

Para os agricultores que fazem uso da queimada controlada para preparo da terra é importante saber que as autorizações para esse tipo de prática no Ceará estão suspensas até o mês de dezembro pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), a medida foi anunciada na semana passada. A proibição das queimadas na agricultura tem como objetivo proteger a cobertura florestal e evitar os incêndios florestais.

As queimadas realizadas no período da proibição devem ser denunciadas pela população ao Disque Natureza, pelo telefone 0800.275 2233. O responsável pagará multa, calculada de acordo com a área atingida e a perda de vegetação estimada. A melhor opção para os agricultores é NÃO fazer uso do fogo e manter a mesma área do ano passado para plantio, assim evitará desmatamento, queimada e gastos na manutenção do terreno.

Entre os muitos prejuízos das queimadas estão:
Perda da fertilidade do solo e da sua produtividade a partir da segunda colheita;
Redução da matéria orgânica que cobre o solo;
Perda da capacidade que o solo possui para armazenar água;
Causa a morte de plantas e animais;
Interfere na qualidade de nascentes, olhos d' água e rios;
A fumaça e a fuligem causam ou agravam doenças respiratórias como bronquite e asma;
Pode trazer complicações para aqueles que têm doenças cardiovasculares ou pulmonares;
Deixa a temperatura ambiente elevada e causa desconforto térmico;
Altera a formação de nuvens e interfere nos ciclos das chuvas.

Em caso de incêndios o corpo de Bombeiros deve ser acionado pelo número 193, mas para essa campanha a APA da Bica do Ipu e a Guarda Municipal estarão com dois números de telefones disponíveis para denúncias e esclarecimentos à população:

9 9835 2600 – APA da Bica do Ipu
9 9978 6640 – Guarda Municipal

Colabore, você, também, com essa campanha – não queime o lixo e nem a vegetação. E se conhece alguém com esse tipo de atitude, denuncie!

Por Messias Bezerra / Fonte: Ipu Notícias

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.