Longa dirigido por Angelina Jolie vai tentar um Oscar como melhor filme estrangeiro


O filme “First They Killed My Father”, dirigido por Angelina Jolie, foi a produção escolhida pelo comitê de seleção do Oscar do Camboja para representar o país na categoria de melhor filme estrangeiro.
“Isso representa um grande passo para todos os envolvidos na produção. Trabalhar com artistas locais para levar essa história adiante tem sido uma experiência introspectiva e comovente”, disse a atriz em uma declaração à imprensa.

De acordo com o The Hollywood Reporter, o comitê cambojano considera que o filme é um instrumento de memória. “O diálogo é mínimo e funciona bem com a história contada através de imagens intensas. Os membros do comitê, como a comunidade do país, acharam o filme catártico, ao trazer memórias muitas vezes esquecidas”.

A produção é inspirada no livro homônimo de memórias da cambojana Loung Ung, e conta a história da autora ainda criança em 1975. Quando a capital do país foi tomada pelo regime comunista do Khmer Vermelho, Ung teve que se mudar para o interior com a família, onde viveu em um campo de trabalho forçado.

O longa é uma produção da Netflix e já se encontra no catálogo brasileiro. Mas no Camboja, o filme foi exibido nos cinemas, permitindo assim ser indicado ao Oscar.

Se Angelina Jolie chegar à lista final de escolhidos e se tornar vencedora da categoria, este será o seu segundo Oscar, já que ela tem uma estatueta de melhor atriz coadjuvante, por “Garota Interrompida”, em 2000.

Por Messias Bezerra

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.