Vasco e Sport empatam em jogo com nova polêmica de arbitragem

Uma grande pedra foi atirada no gramado no intervalo da partida

Vasco e Sport empatam em jogo com nova polêmica de arbitragem

Assim como já havia acontecido diante do Corinthians, quando o atacante do time paulista Jô fez o gol da vitória com a mão, um jogo do Vasco novamente teve como tempero uma polêmica envolvendo a arbitragem. Aos 24 min do segundo tempo, Mena chutou e a bola bateu no ombro direito de Anderson Martins. O árbitro Sandro Meira Ricci anotou pênalti, mas depois de muita reclamação e consultar seus auxiliares, ele voltou atrás na decisão. Mesmo assim, o Sport não desistiu e alcançou o empate com André, deixando o placar final em 1 a 1.
Aos 19 min do primeiro tempo, Ricci já havia sido alvo de contestações ao expulsar o meia Diego Souza por áspera reclamação.
O Sport chegou à oitava partida sem vitória, entrando de vez na briga contra o rebaixamento, apenas dois ponto a frente do São Paulo, a primeira equipe do indesejado setor.
Curiosamente, Sport e o tricolor paulista se enfrentam neste domingo no Morumbi. Já o Vasco recebe a Chapecoense, no sábado, com portões fechados em São Januário.
Logo aos 4 min, Nenê recebeu uma bola e contra-ataque, viu o goleiro Magrão adiantado e, do meio de campo, tentou encobri-lo, mas o chute saiu para fora.
Aos 6 min, Rithely cruzou para a área e encontrou André. O atacante, sozinho, perdeu uma chance incrível.
Uma grande pedra foi atirada no gramado no intervalo da partida. O árbitro Sandro Meira Ricci acusou o episódio na súmula e a Polícia Militar não conseguiu identificar o vândalo, o que pode levar o Sport a ser punido pelo STJD.
Aos 19 min do primeiro tempo, Diego Souza reclamou com veemência por ter sofrido uma falta de Wellington. A postura lhe rendeu um cartão amarelo, algo que o deixou ainda mais furioso. Inconformado, ele xingou o árbitro Sandro Meira Ricci e foi expulso. O jogador vive um momento de instabilidade e não faz gol há 11 jogos.
De acordo com informações do Sportv, após consulta junto ao Batalhão de Choque do Recife, um princípio de confusão do lado de fora da Ilha do Retiro aconteceu antes da bola rolar entre integrantes de organizadas dos clubes. Segundo policiais, havia torcedores infiltrados de Náutico e Santa Cruz.
Estádio: Ilha do Retiro, no Recife
Juiz: Sandro Meira Ricci (SC)
Cartões amarelos: Diego Souza (S); Wellington, Jean, Ramon, Bruno Paulista (V)
Cartão vermelho: Diego Souza (S), aos 19 min do 1º tempo
Gols: Nenê (V), aos 38 min do 1º tempo; André (S), aos 39 min do 2º tempo
SPORT
Magrão, Raul Prata, Oswaldo Henríquez, Ronaldo Alves e Mena; Anselmo (Thallyson), Wesley (Osvaldo), Rithely e Diego Souza; Rogério (Lenis) e André
T.: Vanderlei Luxemburgo
VASCO
Martín Silva, Madson (Bruno Paulista), Breno, Anderson Martins e Ramon; Jean (Andrey) e Wellington; Yago Pikachu (Guilherme Costa), Nenê e Mateus Vital; Andrés Rios
T.: Zé Ricardo
Com informações da Folhapress. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.