Palmeiras atropela Grêmio em Porto Alegre e pressiona líder Corinthians

O clube alviverde se colocou ainda mais forte na briga pelo título do Campeonato Brasileiro: vitória por 3 a 1 sobre o Grêmio, em Porto Alegre, e a diminuição da desvantagem em relação ao líder e arquirrival Corinthians

Palmeiras atropela Grêmio em Porto Alegre e pressiona líder Corinthians
Três jogos, três vitórias. Alberto Valentim, em meio à luta para provar no dia a dia que merece uma chance para ser efetivado como técnico do Palmeiras, não poderia esperar um início melhor.
Dono de um segundo tempo avassalador -Dudu e Moisés definiram o resultado em menos de dez minutos (o capitão ainda anotou o terceiro, enquanto Michel diminuiu para o Grêmio)-, o Palmeiras chegou aos 53 pontos, assumiu a vice-liderança e colou no Corinthians. Seis pontos separam os dois rivais paulistas, sendo que o time alvinegro ainda entra em campo nesta segunda-feira para enfrentar o Botafogo, no Rio de Janeiro.Neste domingo, o clube alviverde se colocou ainda mais forte na briga pelo título do Campeonato Brasileiro: vitória por 3 a 1 sobre o Grêmio, em Porto Alegre, e a diminuição da desvantagem em relação ao líder e arquirrival Corinthians.
Enquanto o Palmeiras se sustenta na disputa pelo troféu da Série A, o Grêmio, que utilizou apenas os titulares Michel e Luan desde o início do jogo, cai na tabela de classificação. A equipe comandada por Renato Portaluppi, estacionada com 50 pontos, ocupa a quarta posição.
A terceira vitória de Valentim aproxima o Palmeiras do Corinthians, mas o técnico interino terá outro desafio antes do esperado encontro com o rival, no dia 5 de novembro. Na segunda-feira (30), a equipe alviverde recebe o Cruzeiro, no Allianz Parque. O Grêmio, focado no jogo de quarta (25) contra o Barcelona, no Equador, pela Copa Libertadores, pega o Avaí no domingo (29).
O capitão palmeirense Dudu cresceu novamente sob o comando de Alberto Valentim. Diante do Grêmio, foi decisivo. O camisa 7 anotou dois gols na Arena e comandou a importante vitória que aproxima o Palmeiras da briga pelo bicampeonato nacional.
Já Arroyo, contratado pelo Grêmio como uma alternativa à saída de Pedro Rocha, novamente decepcionou. No primeiro tempo, por exemplo, demorou a finalizar e permitiu a Mayke praticamente evitar o gol gremista. No segundo, apagado depois de o Palmeiras construir o resultado, saiu vaiado pela torcida.
Depois de dois meses, Miguel Borja, enfim, ganhou uma nova chance como titular do Palmeiras. Sem Willian, que sofreu um edema na coxa e vai desfalcar o time por até três semanas, o interino Alberto Valentim confiou no colombiano, que agradou.
O camisa 9 mostrou boa movimentação e foi fundamental na construção do segundo gol alviverde: Moisés pegou a sobra de um forte chute do centroavante, que, quase sem ângulo, obrigou Paulo Victor a fazer boa defesa.
O JOGO
Um primeiro tempo morno. Um segundo de "manual". O Palmeiras precisou de apenas seis minutos para praticamente definir o resultado no Rio Grande do Sul.
Aos três minutos, Dudu arriscou de longe e viu a bola desviar em Marcelo Oliveira antes de entrar nas redes de Paulo Victor. Aos nove, Moisés aproveitou rebote do goleiro gremista para ampliar. O Palmeiras não diminuiu o ritmo e acabou recompensado aos 17 minutos, quando Dudu anotou o terceiro.
Mesmo com um time majoritariamente formado por reservas, o Grêmio encarou bem o Palmeiras durante a primeira etapa. No entanto, o "azar" de Paulo Victor logo no início do segundo tempo, que não conseguiu evitar o gol de Dudu após desvio de Marcelo Oliveira, abateu o time gaúcho.
A equipe de Renato Portaluppi abusou de jogadas individuais e cedeu muitos espaços ao Palmeiras, que aproveitou para construir um resultado tranquilo, mesmo com o gol de Michel aos 33min.
Na comemoração do gol do Grêmio, Luan foi avisado por Renato Gaúcho que sairia do jogo. Prontamente saiu, sem perceber que o árbitro Ricardo Marques Ribeiro não havia autorizado a troca e a entrada de Dionathã.
Luan já estava no reservado quando Renato Gaúcho, percebendo que o time tricolor ficaria com um a menos, empurrou o gremista para dentro de campo. Ele voltou já com a jogada em andamento e acabou levando amarelo, pois sua entrada não teria sido autorizada. Minutos mais tarde, a troca foi devidamente feita.
Antigo titular absoluto com Cuca, Deyverson ganhou a primeira chance com Alberto Valentim neste domingo. Preterido nos dois primeiros jogos do interino, o centroavante substituiu Borja quando a partida se encontrava definida. O camisa 16 foi quem mais perdeu espaço desde a demissão do antigo treinador.
Apesar da vitória, Valentim também recebeu uma notícia ruim na Arena Grêmio. O meio-campista Bruno Henrique ganhou o terceiro amarelo e está suspenso do jogo contra o Cruzeiro. O interino, desta forma, não vai poder novamente repetir o time que considera ideal. Com informações da Folhapress.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.