URNA EM JUÍZO DECIDIRÁ ELEIÇÕES; COM ELA, EURICO VENCEU; SEM ELA, BRANT VENCEU


Impasse nas eleições para o Conselho Deliberativo do Vasco realizadas na última 3ª-feira, 7 de novembro, e cuja apuração entrou pela madrugada da 4ª-feira, dia 8.

Considerando os votos da urna 7, que está em juízo (sub judice) devido a uma contestação acerca da regularidade dos eleitores, a chapa de Eurico (Reconstruindo o Vasco) venceu as eleições por 2111 votos contra 1975 de Julio Brant.

Se não forem considerados os votos da urna 7, a chapa de Julio Brant (Sempre Vasco) venceu as eleições por 1933 votos contra 1683 de Eurico.

Agora, a tendência é que a regularidade dos eleitores da urna 7 seja discutida na Justiça, e só então será conhecido o resultado das eleições.

A chapa 1ª colocada indicará 120 conselheiros para o Conselho Deliberativo e a chapa 2ª colocada indicará 30 conselheiros. A estes, se juntarão os 150 conselheiros natos, que são os 150 beneméritos mais antigos. Esses 300 conselheiros elegerão, provavelmente em janeiro, o novo presidente do Vasco.

O presidente da Assembleia Geral, Itamar Ribeiro de Carvalho, proclamou a chapa de Eurico Miranda vencedora com a seguinte contagem de votos (sem divisão por urna): Eurico 2111, Brant 1975, Horta 434, nulos/brancos 14.

Abaixo, a apuração urna a urna conforme divulgada pela imprensa no decorrer dos trabalhos (os números diferem um pouco do resultado oficial):




Fonte: NETVASCO

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.