Auxílio-moradia será derrubado se STF aplicar a lei, diz Gilmar

Para ministro, benefício compromete imagem do Judiciário

Um dos ministros mais polêmicos do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes já se manifestou de forma contrária ao auxílio-moradia recebido por juízes, que na visão dele "compromete terrivelmente a imagem do Judiciário".
O assunto, que deverá ser discutido pelo tribunal no próximo mês, foi novamente abordado pelo magistrado, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Perguntado se o STF derruba o benefício, Gilmar foi taxativo: "Se aplicarmos a lei, com certeza. A autonomia financeira dos tribunais terá que ser rediscutida. Nós criamos castas dentro desse modelo".
O ministro também comentou a possibilidade de o ex-presidente Lula concorrer nas eleições de outubro. "A inelegibilidade depois de uma condenação em segundo grau talvez seja uma das poucas certezas que a gente tenha em relação à Lei da ficha Limpa".

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.