Ataques no Ceará foram 'atos terroristas', diz governo

Camilo Santana publicou vídeo em que comenta a onda de criminalidade que atingiu o Estado neste fim de semana

O governador do Ceará, Camilo Santana, classificou como "atos terroristas" a série de ataques a ônibus e prédios públicos no Estado na madrugada de sábado (24). Em vídeo publicado nas redes sociais neste domingo (25), ele afirma que o governo responderá os criminosos "com força, na altura que for necessário".
Santana atribuiu os crimes a facções que atuam no Estado, incomodadas com ações recentes do governo local. A suspeita da Polícia Civil é de que os atos seriam represálias à instalação de novos bloqueadores de celular nos presídios cearenses.
O governador também criticou o governo federal, que demorou dois anos para “abrir os olhos para o problema”. “Desde 2016, eu venho cobrando ajuda”, afirmou o petista.
Até o momento, seis pessoas foram presas suspeitas de participação nos crimes, de acordo com informações da revista Veja.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.