Em jogo com 7 gols, Vasco busca virada e vence Boavista em Cariacica

Com o triunfo, o Vasco chega aos seis pontos, ultrapassa o Flamengo

Quem parou para acompanhar o jogo entre Vasco e Boavista na noite deste domingo (4), em Cariacica (ES), certamente assistiu a um dos jogos mais malucos do Campeonato Carioca 2018. Foram falhas bizarras dos goleiros dos dois times e sete gols em um duelo emocionante no Kleber Andrade; melhor para o Vasco, que conseguiu a virada na raça com um gol nos acréscimos e venceu por 4 a 3.
O nível técnico não foi dos melhores. Pelo contrário. Foram vários os lances bizarros vistos ao longo dos pouco mais de 90 minutos de jogos. Em contrapartida, sobraram gols -e diversão- no duelo no Kleber Andrade.
Com o triunfo, o Vasco chega aos seis pontos, ultrapassa o Flamengo -nos gols pró- e assume a liderança do grupo B da Taça Rio.
O Vasco agora tem clássico pela frente. Na próxima quarta-feira (7), às 19h30, encara o Fluminense no estádio Engenhão, pela quarta rodada da Taça Rio. Já o Boavista recebe o Flamengo, no Raulino de Oliveira, às 21h45.
VASCO
Martin Silva, Yago Pikachu, Paulão, Erazo, Henrique, Desábato, Wellington (Rildo), Wagner, Evander (Thiago Gualhardo), Paulinho (Riascos), André Rios.
T.: Zé Ricardo
BOAVISTA
Rafael, Thiaguinho, Gustavo Geladeira, Eliventon, Júlio César, Vitor Faísca (Renan Donizete), William Maranhão, Tartá (Thiago Silva), Marquinho, Cláudio Maradona (Lucas), Leandrão
T.: Eduardo AllaxÁrbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Thiago Gomes Magalhães.
Cartões amarelos: Evander, Thiago Gualhardo (VAS), Júlio César, Eliventon e Leandrão (BOAVISTA)
Gols: Yago Pikachu, aos 28 minutos do primeiro tempo (VAS); Júlio César, aos 31 minutos do primeiro tempo (BOA); Eliventon, aos 46 minutos do primeiro tempo (BOA); Thiago Galhardo, aos 30 minutos do segundo tempo (VAS); Lucas, aos 33 minutos do segundo tempo (BOA); Wagner, aos 37 minutos do segundo tempo (VAS); e Erazo, aos 46 minutos do segundo tempo (VAS). Com informações da Folhapress.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.