Empresas abrem vagas para profissionais com mais de 50 anos

Contratação de pessoas maduras é cada vez mais comum em grandes empresas para surprir a escassez de profissionais qualificados

Empresas de diversos setores estão implantando programas para a contratação exclusiva de profissionais com mais de 50 anos. As iniciativas são recente e prometem marcar o início de uma mudança de mentalidade das empresas em relação aos maduros.
Uma pesquisa realizada pela própria PwC em parceria com a FGV-Eaesp em 2013 mostrou que menos de 4 em cada 10 empresas entrevistadas achavam que a contratação de profissionais mais velhos era uma alternativa viável para suprir a escassez de profissionais qualificados no mercado de trabalho brasileiro. No entanto, com o envelhecimento da população, essa visão está mudando.Na lista estão a companhia aérea Gol, a consultoria PwC, a seguradora Tokio Marine, o grupo DPSP (que controla as drogarias Pacheco e São Paulo), a prestadora de serviços Telehelp, entre outras. Todas as empresas citadas lançaram os programas para a contratação de profissionais maduros em 2017, como apurado pela Folha de S. Paulo.
Uma pesquisa Datafolha revelou que a quantidade de brasileiros com 60 anos ou mais que estão empregados ou em busca de vaga passou de 20% para 26% de 2007 a 2017.
Como cita a publicação, a parcela de profissionais de 50 a 64 anos no mercado formal saltou de 10,5% para 16,5%, segundo a Rais (Relação Anual de Informações Sociais). No mesmo período, a fatia que mais encolheu foi a de jovens de 18 a 24 anos, passou de 19% para 13,8%.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.