'Querem matar nossos sonhos', diz Elza Soares após prisão de Lula

Cantora comentou situação política do país durante apresentação em Buenos Aires


Elza Soares fez um discurso inflamado durante o show que apresentou em Buenos Aires na noite deste domingo (8). "Querem matar nossos sonhos", alarmou a cantora, um dia após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O discurso desencadeou pedidos de "Lula livre" por parte do público que estava no auditório da Usina del Arte. Registros do momento viralizaram nas redes sociais."No meu país, vivemos um triste momento político-social. Querem matar os nossos sonhos, prender nossas liberdades, não irão conseguir", disse, sendo aplaudida pelo público. "Lutarei por ele, por nós, viva a democracia! Viva a democracia!"
A cantora apresentava o show "A Voz e a Máquina", no qual, acompanhada de uma dupla de DJs e de um guitarrista, retoma sucessos de diferentes fases da carreira e faz releituras de canções, como de "Cálice", de Chico Buarque.
O repertório também inclui faixas de "A Mulher do Fim do Mundo", álbum de 2015 com o qual a cantora levanta bandeiras das mulheres e dos movimentos negro e LGBT. No show deste domingo, frases contra preconceito foram projetadas no telão.
Em maio, a cantora deve lançar seu novo álbum, "Deus É Mulher", sublinhando ainda mais a pauta feminista. Com informações da Folhapress.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.